Nota oficial: Ibaneis afasta secretário de Saúde

Da redação

Ibaneis critica a ação do Ministério Público do Distrito Federal

Profissional de saúde realiza teste para o novo coronavírus em Brasília 21/04/2020 REUTERS/Ueslei Marcelino

O governador Ibaneis (MDB) afastou o secretário de Saúde do DF, Francisco Araújo, e outros cinco integrantes da pasta. A medida ocorreu após a operação que resultou na prisão preventiva dos citados.   

A ação investiga suspeitas de irregularidades na compra de testes rápidos para detecção da Covid-19. O ex-secretário Osnei Okumoto volta a assumir a secretária de saúde do DF.

Ibaneis se pronunciou por meio de nota que segue na íntegra:

“O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, no momento em que declara sua irrestrita confiança no Poder Judiciário local, vem a público lamentar a desnecessária operação ocorrida nesta manhã e que culminou na prisão preventiva da cúpula da Secretaria de Saúde

O secretário de Saúde, Francisco Araújo Filho, e toda a sua equipe sempre estiveram à disposição das autoridades para esclarecer quaisquer fatos, mantendo abertos todos os processos em curso na SES, inclusive com acompanhamento online do Ministério Público pelo Sistema Eletrônico de Informações (SEI), comprovando a inexistência dos crimes a que estão sendo indevidamente acusados.

Neste momento, não resta outra atitude da minha parte a não ser afastar preventivamente os acusados, com o único intuito de não paralisar os importantes serviços prestados à sociedade do Distrito Federal pela Secretaria de Saúde, em especial neste momento de pandemia.

Aguardo rápida apuração e o esclarecimento dos fatos para que pessoas inocentes não tenham seus nomes indelevelmente manchados.

Ibaneis Rocha, Governador do Distrito Federal”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui