“Posse será imediata”, diz Prudente, sobre Luzia de Paula

Câmara Legislativa aguarda notificação do TRE-DF sobre cassação de mandato do distrital José Gomes e diplomação de Luzia de Paula para vaga

ACâmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) vai nomear a suplente do deputado cassado José Gomes (PSB), a ex-distrital Luzia de Paula (PSB), imediatamente depois da diplomação da parlamentar pela Justiça Eleitoral.

O presidente da CLDF, deputado Rafael Prudente (MDB), aguarda a notificação do Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE-DF) para o afastamento de Gomes, cassado por abuso de poder econômico nas eleições 2018.

“Diplomado o novo deputado, a posse será imediata”, afirmou Prudente. José Gomes teve o mandato cassado no TRE. Recorreu ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas a Corte manteve a cassação.

Segundo o presidente do TRE-DF, desembargador Humberto Adjuto Ulhôa, o afastamento será determinado antes do trânsito em julgado do caso. O acórdão do TSE já está nas mãos da Corte eleitoral brasiliense.

“O TRE-DF foi comunicado da decisão do colendo TSE sobre a cassação do deputado José Gomes. Tão logo tome conhecimento do inteiro teor do acórdão tomará as providências pertinentes, de acordo com a legislação eleitoral vigente”, esclareceu o presidente da Corte Eleitoral do DF.

Deputados distritais da base, oposição e independentes evitam comentar o caso de José Gomes. Em conversa reservada, muitos elogiam o parlamentar, por ser uma pessoa amistosa na vida legislativa.

Luzia de Paula

A primeira suplente de José Gomes é a ex-deputada distrital Luzia de Paula (PSB). Caso a Justiça Eleitoral chancele o afastamento, ela pretende assumir a vaga na CLDF.

“Vou seguir o que for definido pela Justiça Eleitoral”, reforçou. Luzia tem fortes raízes políticas em Ceilândia e na área de assistência social.

Luiza de Paula
Luzia de Paula é a primeira suplente de José Gomes e pretende assumir a vaga na CLDF Leonardo Arruda/Esp. Metrópoles

Caso volte para a CLDF, Luzia ainda não definiu se será governo, oposição ou independente. Promete tomar decisões ouvindo suas bases políticas e o seu partido. “Estarei ao lado da população”, concluiu.

Telma Rufino

A ex-deputada e atual administradora de Arniqueira, Telma Rufino, poderia entrar na vaga de José Gomes, caso a Justiça Eleitoral anulasse os votos obtidos por ele na eleição de 2018. Mas o processo julgado não trata do tema.

Por enquanto, Telma está preocupada com a regularização de Arniqueira e em levar obras de infraestrutura para a região. A administradora enfatiza que não é parte no processo de José Gomes e “não tem em que se manifestar”.

Telma Rufino poderia assumir a vaga de Gomes, caso a sentença anulasse os votos na eleição de 2018. Isso não ocorreu e dependeria de novo processo judicialRafaela Felicciano/Metrópoles

O deputado José Gomes foi cassado pela Justiça Eleitoral. Defesa vai recorrer ao STFHugo Barreto/Metrópoles1

Recurso

José Gomes foi denunciado por suposto abuso de poder econômico nas eleições de 2018. Conforme a denúncia, ele teria coagido funcionários em busca de votos na disputa eleitoral.

Metrópoles procurou José Gomes para comentar o caso, mas ele preferiu não se manifestar. A defesa do distrital disse que recorrerá da decisão do TSE no Supremo Tribunal Federal (STF).

Fonte: Metrópoles
Por Francisco Dutra

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui