Secretaria de Esporte é favorável à volta do Candangão

Da redação

Federação e clubes do DF agendaram o retorno para 8 de agosto, mas precisam de autorização do GDF

Paralisado faltando um jogo para encerrar a primeira fase (Gama x Real), o Campeonato Brasiliense de Futebol, o Candangão tem tudo para voltar a partir de 8 de agosto. A Federação de Futebol do Distrito Federal e os clubes da competição se reuniram na semana  passada e bateram o martelo: o torneio volta dentro ou fora do DF.

Para não deixar a principal competição de futebol da cidade ocorrer no Entorno, a secretária de Esporte e Lazer, Celina Leão (PP), corre contra o tempo para assegurar a liberação do Candangão.

“Já temos conversas avançadas com o Governador Ibaneis Rocha e está praticamente tudo alinhado”, assegura a chefe da pasta. “Ainda não publicamos um decreto antecipadamente, pois não há necessidade disso”, tranquiliza.

De acordo com Celina Leão, tanto está encaminhada essa retomada do torneio, que ela montou uma comissão, encabeçada pelo secretário executivo de Futebol e ídolo nacional, o ex-goleiro do Fluminense Paulo Victor. O grupo conta com forças de segurança e órgãos de fiscalização para percorrer e vistoriar os estádios do DF com o objetivo de verificar as condições de cada arena e promover a liberação dos laudos técnicos para utilização desses espaços.

“Vamos liberar alguns estádios e, em outros, estão previstas pequenas reformas”, aponta a secretária. “Estamos tendo apoio de deputados das cidades para fazer essas intervenções”, comemora. “Todos os nossos estádios vão passar por ajustes. Não sabemos se teremos orçamento para isso neste ano, mas vão passar a contento”, emenda Celina.

Porém, ela pretende ampliar a utilização desses espaços. “Todo estádio tem recurso muito alto de manutenção”, avalia. Conforme conta, há projetos para colocação de equipamentos dentro dos estádios para utilização da população. Um dos exemplos é o Adonir Guimarães, em Planaltina. Está prevista para lá a instalação de iluminação na pista de corrida, onde as pessoas vão poder fazer suas caminhadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui