Governo de Goiás leva energia elétrica para 256 famílias em assentamentos no município de Formosa

Foram investidos R$ 5 milhões para viabilizar obras, resultado de parceria entre Estado, Enel e Governo Federal. Ação do governador Ronaldo Caiado encerra período de espera pelo benefício há 16 anos

O fornecimento regular e seguro de energia elétrica já tem data certa para se tornar realidade nos assentamentos de Água Fria e Fartura, no município de Formosa. As obras que vão levar o serviço para 256 famílias foram visitadas nesta segunda-feira (17/08) pelo governador Ronaldo Caiado. Elas estavam previstas para o final de 2022, mas foram antecipadas a pedido do Governo de Goiás. Os dois empreendimentos devem ficar prontos até novembro deste ano, com investimentos de R$ 5 milhões. Os recursos são do Governo Federal e da Enel Distribuição Goiás.

“Isso é dignidade, fazer com que [os assentados] tenham condições de trabalhar, ter renda e melhorar a qualidade de vida. Vocês agora vão ter infraestrutura e uma boa motivação para se desenvolverem muito”, disse Caiado em Água Fria, onde esteve acompanhado pelo secretário de Estado de Governo, Ernesto Roller, e pela presidente de honra da Organização das Voluntárias de Goiás (OVG) e coordenadora do Gabinete de Políticas Sociais (GPS), primeira-dama Gracinha Caiado.

“Energia se transforma em produção, em renda, riqueza, em mais tempo para que seus filhos possam estudar”, afirmou Gracinha Caiado. “Gostaria de dizer do orgulho que tenho desse homem. Não apenas por ser meu marido e pai das minhas filhas, mas por ver que o mesmo cuidado que possui com minha família, ele tem com a população de Goiás”, acrescentou a primeira-dama.

O presidente da Enel Distribuição Goiás, José Luis Salas, e o diretor Luis Fernando Roa também participaram da vistoria técnicas às obras de conexão, que vão colaborar para o desenvolvimento regional. Ao longo das visitas, Caiado ressaltou que a geração de renda e emprego é um norte em sua administração. “Vamos priorizar as regiões para que as pessoas possam produzir e viver com dignidade. Esse é o nosso compromisso e finalidade”, sublinhou.

Em Água Fria, o líder do Executivo visitou duas propriedades rurais que serão beneficiadas com a energia elétrica. As famílias produzem diversos tipos de alimentos, como banana, hortifrutigranjeiros, leite e mel.

Na casa de Sebastiana Sales e Arlito Dourado, que vivem com mais cinco filhos, a expectativa é grande para a chegada da energia. “Hoje, tudo que a gente compra na cidade precisa ser consumido logo. Não tem como armazenar”, afirmou Sebastiana. “Estamos vendo um sonho se concretizar”, completou a amiga Marli de Fátima Caetano, ao felicitar o governador pela benfeitoria recebida.

O secretário de Governo, Ernesto Roller, destacou a importância da obra para os moradores da região. “O assentado precisa da energia para sua produção, segurança e qualidade de vida. O governador foi fundamental [nesse processo], demonstrou apreço e respeito por Formosa”, frisou. Segundo ele, trata-se de um trabalho promovido por Caiado desde a época do Congresso Nacional, quando já atuava por essa melhoria, tendo, inclusive, costurado encontro com o ministro de Minas e Energia.    

Obras
O primeiro local visitado foi o assentamento de Água Fria, onde 111 famílias vão receber o serviço de energia elétrica. A obra de conexão, que começou este mês, tem 32 quilômetros extensão de rede monofásica, com a implantação de 477 postes, e deve estar pronta até novembro próximo. O investimento é de R$ 2,2 milhões e encerrará uma espera de 16 anos.

Já em Fartura, segunda parada do governador, o empreendimento engloba a construção de 45 quilômetros de rede, também monofásica, com 537 postes. Isso significa levar mais dignidade e qualidade de vida para 145 famílias. O valor investido foi de R$ 2,9 milhões. Por lá, o benefício é prometido desde 2012. A conclusão da obra está prevista para o final de outubro deste ano.

Ambas as melhorias se concretizaram por meio do Programa de Universalização do Acesso à Energia Elétrica, do governo federal. Para os moradores que quiserem já realizar um pré-cadastro, para receber a nova ligação de energia, a Enel disponibilizou uma tenda de atendimento em cada um dos assentamentos.

Mutirão
Durante a vistoria das obras, o governador também participou da abertura de um mutirão de manutenções preventivas na região Norte do Estado. As atividades se estendem até o dia 21 de agosto e contemplará 24 municípios. Ao todo, 612 profissionais, divididos em 112 equipes, trabalham a cada dia, nas inspeções em circuitos, instalações de equipamentos tecnológicos, podas de árvores, limpezas de faixas e correções de defeitos.

O objetivo é preparar o sistema para os próximos períodos de queimadas e de chuvas, para complementar as manutenções realizadas ao longo do ano e ajudar a evitar falhas no fornecimento de energia.

Também participaram da agenda em Formosa do secretário de Obras de Formosa, Elmon Abadio; o presidente da Empreendimentos, Projetos e Construções Ltda (EPCL), Renzo Lamartine; os vereadores por Formosa, Joelson “Trovão”, Mundim e Nema; os comandantes do 11º Comando Regional de Polícia Militar (CRPM), tenente-coronel Granja, e do 16º Batalhão da Polícia Militar (BPM), major Dario; além de líderes de associações e representantes da comunidade local.

CORRELATA

Governo atua pelo fim das desigualdades regionais

O governador Ronaldo Caiado atua pelo fim das desigualdades regionais. A meta é promover o desenvolvimento de localidades esquecidas por gestões anteriores. Ações neste sentido estão em curso no Entorno do Distrito Federal, Norte e Nordeste goianos.  

No final do mês passado, famílias de assentamentos rurais, de Formosa e de outros oito municípios, tiveram acesso à instalação de equipamentos de Internet de satélite. Também foram entregues mais de 60 títulos de domínio para a regularização fundiária em terras devolutas.

A Campanha de Combate à Propagação do Coronavírus, capitaneada pela OVG, Gabinete de Políticas Sociais e Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), levou cerca de 256 toneladas de alimentos para 287 assentamentos em 91 municípios goianos, a maioria concentrada nas regiões Norte e Nordeste. A força-tarefa, que começou em abril, não tem data para terminar. Visa garantir aos mais vulneráveis socialmente qualidade de vida, não só durante a crise sanitária enfrentada por todo o mundo, mas, principalmente, depois dela, no pós-pandemia.

Fotos: Cristiano Borges e Junior Guimarães
Fonte: Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui