Carlos Lupi vê chance de segundo turno entre Ciro e Lula

Presidente do PDT aposta que Bolsonaro ficará restrito a um eleitorado mais radical e que pedetista pode herdar a vaga na briga com o petista

Carlos Lupi, presidente nacional do PDT |
Foto: Flavio Tavares/O TEMPO

O presidente do PDT, Carlos Lupi, enxerga uma possibilidade de que o segundo turno da disputa presidencial coloque frente a frente o candidato de seu partido, Ciro Gomes, e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). A declaração foi dada ao site “O Antagonista”. Segundo ele, o atual presidente Jair Bolsonaro pode acabar ficando preso a um eleitorado menor em 2022.

“A eleição é daqui a um ano e quatro meses e muita coisa ainda irá acontecer. Acredito que Bolsonaro ficará representando um gueto mais raivoso da direita e o nosso candidato (o ex-governador e ex-ministro Ciro Gomes) poderá fazer o segundo turno com o Lula. Temos que ser competentes para isso”, disse Lupi.

Nas últimas semanas, Ciro intensificou a estratégia de bater mais no petista e, inclusive, endossou a proposta de voto com impressão, defendida pelo presidente da República e que ganhou coro com Carlos Lupi. Isso faz parte da lógica de tentar ganhar votos no centro e na centro-direita, em contraposição a Bolsonaro, para tentar fazer um segundo turno com Lula. Esse assunto, inclusive, foi tema da coluna Política em Análise na última sexta-feira. O editor de Política Ricardo Corrêa enfatizou que “cnsidera-se no meio político que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), a não ser que ocorra outro terremoto político até 2022, é nome certo no segundo turno. A vaga em disputa é a de Jair Bolsonaro (sem partido), que hoje é, evidentemente, franco favorito a ficar com ela. Ciro ou qualquer nome em uma terceira via buscam esse espaço”.

Fonte: O Tempo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui