Preso, vereador acusado de tráfico de drogas é empossado em Alvorada do Sul

Preso por supostamente participar de um esquema de tráfico de drogas, o vereador Diogo Canata (PL) foi empossado hoje por videoconferência ao cargo de vereador de Alvorada do Sul, no norte do Paraná.

Ele foi o quarto vereador mais votado da cidade, com 251 votos. A sessão foi realizada à distância porque Canata está na cadeia de Bela Vista do Paraíso —ele foi preso durante a Operação Paranapanema após interceptações telefônicas de 2019 o conectarem a pessoas envolvidas no tráfico de drogas de Alvorada do Sul.

Segundo investigação do Denarc (Divisão Estadual de Narcóticos), uma disputa por território entre os grupos criminosos ‘Ponta de Faca’ e ‘Mutirão’ causou a morte de diversas pessoas na cidade paranaense.

Agora, com a posse de Canato, os vereadores de Alvorada devem se reunir para debater se a Câmara vai pagar o salário do parlamentar. “Nunca vi algo desse tipo, mas se o juiz liberou ele a concorrer pela eleição e o diplomou, a Câmara deve empossá-lo. Não é uma decisão nossa”, disse o presidente da Câmara de Alvorada do Sul, Nivaldo Palaro. “Agora, a Mesa vai definir se ele recebe ou não o subsídio. No ano passado, o salário foi suspenso”.

Os outros oito vereadores de Alvorada tomaram posse no dia 1º de janeiro de forma presencial na Câmara Municipal. A defesa de Canato chegou a entrar com um pedido de liminar para que o vereador pudesse participar da cerimônia, mas a permissão de saída foi negada pelo juiz Pedro Luis Sanson Corat da 4º Câmara Criminal da Justiça do Paraná.

“A interposição de agravo de instrumento se trata de utilização indevida de recurso não previsto para a hipótese, tratando-se de erro grosseiro, inviabilizando o princípio da fungibilidade recursal”, escreveu o juiz em sua decisão do dia 29 de dezembro.

“O agravante tinha conhecimento da data da diplomação há muito tempo, podendo ter manejado o recurso correto ao seu tempo – e não no plantão do recesso -, sendo que neste momento tenta demonstrar a urgência, apenas diante da proximidade do dia da posse.”

Na última quinta-feira (7), entretanto, uma medida liminar foi concedida pelo juiz Lincoln Rafael Horacio para que Canata pudesse participar da posse de forma remota.

Fonte: Notícias UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui