A crise atingiu em cheio o mercado musical do DF

Da redação

Artista brasiliense explica como a pandemia vem influenciando nesse meio

Durante entrevista ao Programa Conectado ao Poder, da TV União, o cantor e compositor Paulo Veríssimo se mostrou preocupado com a forma com a qual a pandemia tem afetado o meio artístico do Distrito Federal.

“Vários músicos pararam de tocar, vários abandonaram a música, vários estão em dificuldade”, revelou o artista.
De acordo com ele, quem tocava todos os dias está passando dificuldades, mas quem se apresentava com menor frequência está ainda pior.

Ele lembra ainda que, por trás dos músicos, têm vários profissionais envolvidos e essa classe está numa situação ainda mais preocupante. “Muitas pessoas com prejuízos financeiros quase que irreparáveis”, lamenta. “Não é só na cultura é em tudo”, completa.

No entanto, Veríssimo mostra preocupação com a doença e pondera: “Tem que flexibilizar tudo, mas com cuidado e responsabilidade”.

Segundo ele, é preciso ter o controle. “Cabe também aos músicos entender que não passou a pandemia. Tem que cuidar da família”, analisa.

Um dos fundadores da banda brasiliense Distintos Filhos, ele ressalta que o grupo lançaria neste ano um cd comemorativo dos 15 anos. Entretanto, a pandemia atrapalhou um pouco os planos. “Vai ficar para o ano que vez, quando completa-se também os 10 anos do nosso primeiro álbum”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui