CPI do Cachoeira retoma trabalhos

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Cachoeira decide hoje à tarde, após reunião de líderes, por quanto tempo os trabalhos do colegiado serão prorrogados. Os governistas querem a extensão dos encontros por apenas um mês ou, no máximo, 45 dias. A ideia dos integrantes da base do governo é não ampliar o foco da investigação e utilizar o período apenas para debater o relatório final do deputado Odair Cunha (PT-MG).

Os parlamentares da oposição, no entanto, querem estender a investigação por 180 dias. O principal objetivo é quebrar o sigilo de todas as empresas fantasmas abastecidas pela empreiteira Delta, no foco do escândalo, e envolver os estados de São Paulo e do Rio de Janeiro na apuração. Os trabalhos da CPI foram suspensos pela segunda vez em 16 de outubro, com a justificativa de que as sessões poderiam ser contaminadas pela campanha eleitoral. No entanto, os líderes não chegaram a um acordo em relação ao período da prorrogação. No primeiro turno das eleições, as sessões foram paralisadas com a mesma justificativa.

Fonte: Congresso em Foco

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui