A Câmara dos Deputados aprovou um Pacote Anti-Feminicídio; Você acha que isso vai ajudar a proteger as mulheres?

Da redação do Conectado ao Poder

A Câmara dos Deputados anunciou a aprovação de um pacote legislativo focado no combate ao feminicídio, elevando a pena prevista de 12 a 30 anos para 20 a 40 anos. O projeto foi destaque no programa Rota Atividade e gerou debates sobre a eficácia dessa medida. O Rota Atividade é de segunda a sexta-feira, das 06h às 08h, na Rádio Atividade FM (107,1).

Ana Jesuíta, uma ouvinte, expressou uma perspectiva impactante ao afirmar que, apesar do aumento da pena no pacote anti-feminicídio, a medida não compensa a perda irreparável de vidas. “Para mim, não é meta não. Porque não paga a vida de ninguém”.

Entre as diversas opiniões, Raimundo Nonato de Souza, ao participar do debate expressou uma opinião diferente sugerindo que a pena para crimes de feminicídio deveria ser de 100 anos. Por outro lado, Vânia compartilhou a perspectiva de que, embora as penas propostas possam ser consideradas justas, ela mantém dúvidas quanto à eficácia na inibição dos crimes contra mulheres. “Eu acho que as penas são justas, mas eu acho que inibir é muito difícil”, opinou a moradora de Sobradinho.

Dois ouvintes anônimos também compartilharam suas perspectivas durante o programa. Um deles, sem se identificar, expressou um senso de satisfação com um período de pena de apenas 8 anos, indicando que, para ele, essa medida já seria considerada suficiente. Por outro lado, uma ouvinte que também não disse seu nome, de forma franca, afirmou que, independentemente do período estipulado, atualmente não existe nada capaz de garantir uma proteção efetiva às mulheres. “Só vai gerar aumento, porque a cada dia mais a gente percebe que os homens, nada segura, nem filho, nem família, nem status, nem nada. Ele pode ser pobre, pode ser rico, ele não está pensando em nada quando ataca as mulheres”.

Serviço

Programa: Rota Atividade

Rádio: Atividade FM (107,1)

Horário: de segunda-feira a sexta-feira, das 06h às 08h.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui