A realidade mista vai impactar seu negócio também


O tema em destaque atualmente é a tecnologia desenvolvida para integrar o mundo real com o virtual por meio do uso de óculos de realidade aumentada. A inovação permite a interação com objetos e ambientes digitais como se fizessem parte do entorno físico. O anúncio da Apple de que entraria de forma significativa nesse mercado popularizou o assunto.

A versão dos óculos da Apple já está presente na China e chegou aos EUA neste mês. Até então, esse mercado estava adormecido, devido ao fraco desempenho dos óculos de realidade virtual da Meta nos últimos anos.

O custo elevado para adquirir o headset torna sua venda em grande escala ainda inacessível. A expectativa é de que, com a entrada de mais empresas na disputa por uma fatia do mercado, o valor desses dispositivos sofra redução considerável. A previsão é que a popularização do produto só ocorra quando empresas chinesas e sul-coreanas tiverem capacidade para produzi-lo em escala global.

Realidade virtualÉ crucial compreender melhor os impactos negativos e positivos da Realidade Virtual na sociedade.

De acordo com dados do Mordor Intelligence, esse mercado deve crescer 41.8% numa taxa anual composta durante o período de previsão (2022-2027). A realidade mista está se tornando cada vez mais conhecida nos processos de negócios, sendo absorvida e aguardada pelo público em geral, que espera o barateamento dos custos de investimento para adquirir novos equipamentos de conexão integrada.

Trata-se de uma tecnologia completamente nova que traz uma perspectiva inédita para nossa rotina e para as interações com marcas, produtos e pessoas. O que antes era visto como algo futurístico, em breve fará parte de nosso contexto social. Esta é uma tendência que veio para ficar, embora traga consigo inúmeras questões relacionadas à privacidade de dados.

Uma das maiores preocupações diz respeito à capacidade de rastreamento e armazenamento de dados e sobre o que será feito com essas informações. Além da privacidade, a segurança e a ética em sua utilização serão questões em destaque à medida que a adesão a essa tecnologia aumentar.

Em relação à utilização desse recurso, cada setor terá seus desafios e oportunidades. Uma integração bem-sucedida da realidade mista pode impulsionar a inovação e a competitividade de empresas dos mais variados setores da economia à medida que passam a existir novas formas de visualizar o trabalho, apresentar produtos ao consumidor, divulgar marcas e imergir o público em contextos específicos, além do uso evidente dos headsets para entretenimento.

No âmbito da educação e saúde, o desenvolvimento dessa tecnologia é um alicerce importante. É crucial compreender melhor os impactos negativos na sociedade. Todo produto que possa criar dependência ou afastar as pessoas da realidade por longos períodos deve ter seu uso controlado, assim como outras telas.

Neste caso, estamos falando de uma possível sobrecarga de informações às quais as pessoas estarão expostas. Por isso, é fundamental envolver especialistas em todas as discussões para garantir uma evolução responsável desse mercado.

Independentemente das opiniões divergentes, o avanço tecnológico é indiscutível e aumenta as possibilidades de imersão de produtos, treinamentos in loco e contato de pessoas em contextos globais. Embora ainda não seja uma tecnologia acessível, as empresas que estiverem dispostas a dedicar esforços e investimentos nesse novo ambiente podem impulsionar a inovação e obter diferenciais competitivos em seu nicho de atuação.

****

Adriana Campos é formada em Publicidade com ênfase em Marketing e Big Data pela ESPM e também em Creativity and Leadership pela Universidade de Stanford. É fundadora e CEO da Adtail, uma das principais agências full service de marketing digital de performance do Brasil.



Fonte: TecMundo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui