“A revitalização das passagens subterrâneas torna-se uma prioridade para a Secretaria de Obras”, disse Valter Casimiro

Da redação do Conectado ao Poder

Valter Casimiro, novo secretário de obras do Distrito Federal, enfrenta o desafio de melhorar a infraestrutura da cidade e concluir obras há muito aguardadas pela população. Em uma recente entrevista à Band News FM, Casimiro destacou a importância de ir além do debate sobre asfalto e abordou a necessidade de revitalizar as passagens subterrâneas, tornando-as mais seguras e utilizáveis para os pedestres. “Deixar as passagens subterrâneas de tal forma que comece a trazer mais luminosidade, mais claridade para poder dar um pouco mais de segurança para quem é usuário das passagens”, ressaltou o secretário.

A redução da velocidade no Eixo Rodoviário, de 80 para 60 km por hora, foi tema de discussão após uma decisão judicial, que recomendou maior participação da população no debate. Entre as sugestões apresentadas, destaca-se a utilização das passagens subterrâneas como alternativa segura para a travessia de pedestres, visando evitar a insegurança e os riscos associados à travessia na superfície.

Casimiro revelou planos para a requalificação das passagens subterrâneas na região central, Asa Sul e Asa Norte, incluindo uma ligação entre as quadras 900 e 600, integrando o projeto do VLT e promovendo uma maior luminosidade e segurança nestes espaços. “Precisa reformar, precisa trocar todas as pastilhas, o revestimento das passagens, mas aumentar a claridade e evitar que aquilo seja um ponto de pessoas que usam para poder assaltar, para poder urinar, fazer suas necessidades”. Apesar da complexidade da obra, o secretário expressou otimismo em relação às suas realizações.

A revitalização das passagens subterrâneas torna-se uma prioridade para a Secretaria de Obras, visando não apenas melhorar a infraestrutura urbana, mas também proporcionar mais segurança e conforto para os cidadãos. Com uma abordagem proativa e planos concretos em andamento, Casimiro demonstra seu compromisso em enfrentar os desafios e promover melhorias significativas na mobilidade urbana do Distrito Federal. “Não é uma obra tão rápida, mas precisa começar logo o desenho do projeto, a concepção já está pronta, precisa só fazer o detalhamento dos projetos executivos para poder começar a tocar”, finalizou.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui