Acesso à DF-001 pelo Viaduto do Itapoã/Paranoá sofrerá alterações no trânsito

Medida é necessária para garantir a segurança das equipes que trabalham na execução das alças de acesso ao elevado

Motoristas que trafegam pela parte superior do Viaduto do Itapoã/Paranoá devem ficar atentos às alterações no trânsito feitas pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF). A partir das 8h desta quarta-feira (3), quem se desloca pela DF-250 vindo de Planaltina e Sobradinho dos Melos em direção à DF-001 terá que utilizar as três alças de acesso do elevado.

Com a mudança, o condutor que deseja se dirigir à região do Colorado deverá acessar a primeira alça à direita, passando na parte inferior do viaduto; acessar a segunda alça também à direita, chegando à parte superior do elevado, e contornar à direita novamente para entrar na DF-001.

Veja como ficou a dinâmica do trânsito.

Segundo o engenheiro Kênio Avelar, do DER-DF, as intervenções são necessárias para garantir a segurança das equipes que atuam na construção das demais alças de acesso entre a DF-250 e a DF-001. “Estamos bloqueando esse percurso para executar a terraplanagem, com sub-base, base e colocação de capa nessa agulha de acesso entre as rodovias”, detalha.

A obra

Com investimento de R$ 33 milhões, o Viaduto do Itapoã/Paranoá conecta a DF-250 à DF-015 e está sendo construído para garantir maior fluidez no trânsito a quase 30 mil motoristas que trafegam pela região diariamente.

Atualmente, as obras se concentram nas fases de colocação das calhas de drenagem superficial e no plantio de grama nos taludes que margeiam as pistas de rolamento. Posteriormente, serão feitos os serviços de sinalização horizontal e vertical, além da instalação dos postes de iluminação pública.

Desde dezembro do ano passado, o fluxo de veículos está liberado na parte superior do elevado. A medida contribuiu para dinamizar a circulação pela região, reduzindo o tempo de deslocamento e os congestionamentos antes mesmo da entrega integral da obra viária.

Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui