Climão pessedista

Rogerio-RossoPintou um climão, daqueles bem tensos e pesados, no bloco do PSD da Câmara Legislativa. Com o objetivo de fechar questão em um nome para vaga destinada ao partido na Mesa Diretora da Casa, o presidente regional Rogério Rosso convidou a bancada para um almoço. A conversa foi iniciada com defesas passionais de um discurso da unidade pelos quatro parlamentares: Eliana Pedrosa, Celina Leão, Liliane Roriz e Washington Mesquita. Só que o consenso não durou por muito tempo.

Candidaturas paralelas

Ao defender a unidade do grupo, a distrital Eliana Pedrosa, que é líder do partido na Casa, sustentou que o melhor nome para compor a Mesa, então, seria o dela próprio, coisa que não agradou o colega Washington Mesquita, que conta com o apoio declarado do governador Agnelo Queiroz. Contrariado, Mesquita avisou que não teria alternativa que não fosse lançar uma candidatura paralela. E, desta vez, quem não gostou nada, mas nada mesmo, foi Eliana Pedrosa. A reunião chegou ao fim sem se saber quem será, afinal, o nome do bloco oposicionista.

Fonte: Do alto da torre

COMPARTILHAR
Artigo anteriorRisco de impasse institucional
Próximo artigoPT x PSB
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code