De olho na proibição das coligações

pmdbEmpenhado em vitaminar suas nominatas, o PMDB brasiliense está de olho em uma decisão a ser tomada pela comissão da reforma política da Câmara dos Deputados. Caso se proíbam as coligações para eleições proporcionais, como pretendem os grandes partidos, deverá se intensificar a busca de filiações.

Estão nesse caso os distritais Alírio Neto, do PEN, e Agaciel Maia, do PTC. Embora ambos sejam próximos do PMDB, são também os presidentes regionais de seus partidos. No PMDB acredita-se que seria altamente improvável que um presidente de partido trocasse de legenda sem um cataclisma. A proibição de coligações seria, sim, um cataclisma. Nem PTC, nem PEN teriam condições de atingir sozinhos o quociente eleitoral. Nem eles, nem a maioria dos 20 partidos nanicos que compõem a sopa de letrinhas do quadro político brasileiro. O PMDB seria um estuário natural.

Fonte: Coluna do alto da torre / Jornal de Brasília

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAprovação da PEC 33 esquenta a disputa entre o Legislativo e o STF
Próximo artigoQualidade de vida versus interesse comercial
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code