Deputado Hermeto critica eliminações injustas no concurso da PMDF

- Publicidade -

Da redação do Conectado ao Poder

Mais de 200 candidatos são eliminados por motivos questionáveis

O concurso da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) enfrenta críticas após a eliminação de mais de 200 candidatos devido a boletins de ocorrência e processos arquivados. As exclusões, baseadas em investigações sem trânsito em julgado, foram classificadas como injustas e ilegais, contrariando decisões anteriores do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT).

Ministério Público exige explicações

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) solicitou esclarecimentos à PMDF e ao Instituto AOCP, responsável pela organização do concurso. A ação foi uma resposta às inúmeras reclamações dos candidatos afetados, que recorreram contra as eliminações, alegando arbitrariedade.

Hermeto defende os candidatos eliminados

O deputado distrital Hermeto, oriundo da PMDF, manifestou seu apoio aos candidatos afetados. “É um absurdo que mais de 200 candidatos sejam eliminados do concurso devido a boletins de ocorrência e processos arquivados. A eliminação baseada em investigações sem trânsito em julgado é injusta e ilegal e contraria decisões do STF e TJDFT”, declarou Hermeto. Ele enfatizou a importância de um processo rigoroso, mas também justo e sensato.

“Passar nesse concurso é um sonho para muitos e não podemos permitir que essa aspiração seja destruída por decisões autoritárias e desproporcionais. Precisamos assegurar que estamos recebendo os melhores profissionais, sem que hajam injustiças”, afirmou o deputado.

Implicações para a PMDF

A PMDF, que necessita de reforço em seu efetivo, pode sofrer com a exclusão de candidatos que poderiam fazer a diferença na corporação. “A corporação precisa de todo reforço possível e esses jovens podem fazer a diferença!”, destacou Hermeto.

Candidatos recorrem contra eliminações

Os candidatos eliminados entraram com recursos para reverter as decisões, argumentando que a exclusão com base em processos sem trânsito em julgado é uma medida desproporcional e ilegal. Eles contam com o apoio do MPDFT e de figuras políticas como Hermeto para reverter as injustiças cometidas.

Repercussão e próximos passos

O caso ganhou notoriedade nas redes sociais e nos meios de comunicação, gerando um debate sobre a legalidade e a justiça dos critérios de eliminação adotados no concurso da PMDF. As próximas semanas serão decisivas para os candidatos afetados, que aguardam uma resposta positiva aos seus recursos.

Notícias no seu celular
Clique aqui e faça parte da nossa comunidade exclusiva onde você receberá as notícias mais recentes e importantes publicadas pelo Conectado ao Poder diretamente no seu celular.

Siga o Conectado ao Poder no Instagram
Clique aqui e siga o Conectado ao Poder no Instagram e fique por dentro das novidades, análises e atualizações exclusivas!

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui