Dinheiro em caixa e pouca aplicação

Por falta de dinheiro o Detran não deve padecer. De janeiro a junho deste ano, a indústria de multas do GDF arrecadou mais de R$ 43 milhões com 950 mil multas. O dinheiro poderia ser revertido em educação no trânsito, mas não é o que acontece. Levantamento feito no Sistema de Gestão Governamental mostra que no primeiro semestre deste ano R$ 8,5 milhões foram destinados a serviços gerais, como pintura de faixas. A administração geral consumiu R$ 3,4 milhões, e em investimentos no policiamento apenas R$ 908 mil. O Detran gasta mais para existir do que para cumprir o seu papel, e com isto aumentar a insatisfação da sociedade brasiliense vítima das centenas de pardais espalhados pelas cidades.

Fonte: Do cafezinho

COMPARTILHAR
Artigo anteriorTomando gosto pela política
Próximo artigoMúsica na Escola
Consultor em Marketing Político; especialista em pesquisa de opinião pública; editor do Portal Conectado ao Poder; escreve a coluna On´s e Off´s, de segunda a sexta, no Jornal Alô Brasília; apresenta o programa Conectado ao Poder, aos sábados, das 6h às 8h, na Rádio 104,1 Metrópoles FM. É presidente da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code