E você? Já combateu o mosquito hoje?

Com o objetivo de assegurar uma cidade com melhor qualidade de vida, o Governo Municipal mais uma vez tem o papel de conscientizar a população sobre a importância do combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, do zika vírus, chikungunya é uma ameaça constante o ano inteiro.

As chuvas chegaram e o cuidado com a saúde deve ser redobrado. Em 2019 (até 24 de agosto), foram registrados 1.439.471 de casos de dengue em todo o país, com crescimento de 599,5% em relação ao mesmo período de 2018 (205.791). A taxa de incidência, que considera a proporção de casos por habitantes, é de 690,4 casos/100 mil habitantes. Entre os estados com casos, infelizmente destaca-se Goiás, Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul e o Distrito Federal. 

Com o objetivo de assegurar uma cidade com melhor qualidade de vida, o Governo Municipal mais uma vez tem o papel de conscientizar a população sobre a importância do combate ao Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, do zika vírus, chikungunya é uma ameaça constante o ano inteiro.

A prefeitura de Valparaíso de Goiás, por meio do trabalho dos agentes de endemias, realiza diariamente ações de combate com visitas domiciliares e em estabelecimentos comerciais, alertando, orientando e mobilizando os cidadãos para o enfrentamento ao vetor.

Para colaborar com a guerra contra o mosquito, a Infraestrutura otimizou seus serviços de limpeza nas áreas públicas e em terrenos baldios da cidade, inclusive com retirada de entulhos.

Já a Secretaria de Meio Ambiente, disponibilizou um número para o recolhimento de pneus velhos que tornam-se aliados do mosquito quando descartados de maneira errada. (Para solicitar o serviço os interessados devem ligar para 61 3627 4076. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 08 às 17h).  

Agora, convidamos você a se juntar nesta grande ação. Basta tirar 10 minutos do dia para verificar se existe algum tipo de depósito de água no quintal ou dentro de casa, por exemplo. Uma vez por semana, lavar com água, sabão e esfregar com escova a vasilha de água do seu animal de estimação e vasos de plantas.

Além disso, é preciso descartar o lixo em local adequado, não acumular no quintal ou jogar em praças e terrenos baldios. Cada pessoa pode ser um vigilante permanente de atenção à saúde. Confira abaixo algumas ações para evitar a proliferação do Aedes aegypti:

Garrafas PET e de vidro: As garrafas devem ser embaladas e descartadas corretamente na lixeira, em local coberto ou de boca para baixo.

Lajes: Não deixe água acumular nas lajes. Mantenha-as sempre secas.


Ralos: Tampe os ralos com telas ou mantenha-os vedados, principalmente os que estão fora de uso.

Vasos sanitários: Deixe a tampa sempre fechada ou vede com plástico.


Piscinas: Mantenha a piscina sempre limpa. Use cloro para tratar a água e o filtro periodicamente.

Coletor de água da geladeira e ar-condicionado: Atrás da geladeira existe um coletor de água. Lave-o uma vez por semana, assim como as bandejas do ar-condicionado.


Calhas: Limpe e nivele. Mantenha-as sempre sem folhas e materiais que possam impedir a passagem da água.

Cacos de vidros nos muros:
 Vede com cimento ou quebre todos os cacos que possam acumular água.

Baldes e vasos de plantas vazios: Guarde-os em local coberto, com a boca para baixo.

Plantas que acumulam água:
 Evite ter bromélias e outras plantas que acumulam água, ou retire semanalmente a água das folhas.

Suporte de garrafão de água mineral:
 Lave-o sempre quando fizer a troca. Mantenha vedado quando não estiver em uso.

Falhas nos rebocos: Conserte e nivele toda imperfeição em pisos e locais que possam acumular água.

Caixas de água, cisternas e poços: Mantenha-os fechados e vedados. Tampe com tela aqueles que não têm tampa própria.

Tonéis e depósitos de água: Mantenha-os vedados. Os que não têm tampa devem ser escovados e cobertos com tela.

Objetos que acumulam água: Coloque num saco plástico, feche bem e jogue corretamente no lixo.

Vasilhas para animais: Os potes com água para animais devem ser muito bem lavados com água corrente e sabão no mínimo duas vezes por semana.

Pratinhos de vasos de plantas: Mantenha-os limpos e coloque areia até a borda.

Objetos d’água decorativos: Mantenha-os sempre limpos com água tratada com cloro ou encha-os com areia. Crie peixes, pois eles se alimentam das larvas do mosquito.

Lixo, entulho e pneus velhos: 
Entulho e lixo devem ser descartados corretamente. Guarde os pneus em local coberto ou faça furos para não acumular água.

Lixeira dentro e fora de casa: Mantenha a lixeira tampada e protegida da chuva. Feche bem o saco plástico.

Assessoria de Comunicação do Governo Municipal de Valparaíso

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code