Futuro da conservação do patrimônio é tema de debate entre arquitetos na Câmara – Notícias

- Publicidade -


08/04/2024 – 18:51  

Arquivo/Câmara dos Deputados

- Continua após a publicidade -

A escultura “Bailarina” é restaurada após sofrer depredação nos atos de 8 de janeiro de 2023

A Câmara dos Deputados recebeu 20 pesquisadores de universidades públicas do Rio de Janeiro, de São Paulo e de Minas Gerais para conhecer as técnicas de restauro e conservação utilizadas na preservação do patrimônio histórico e cultural da Casa. O arquiteto do patrimônio edificado da Câmara Danilo Matoso Macedo explicou que a visita foi organizada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de Brasília com o objetivo de debater também o destino dos acervos brasileiros.

De acordo com Danilo Matoso, o País está perdendo a capacidade de manter esse patrimônio. “Temos acervos importantes, como de Lúcio Costa, Paulo Mendes da Rocha, que vêm sendo exilados, como a gente diz; ou seja: estamos perdendo a capacidade de manter esses acervos aqui”, afirmou.

“Este evento está trazendo pesquisadores do País inteiro, que lidam principalmente com conservação de arquitetura e urbanismo, para discutir esse assunto que está candente nos dias de hoje. E a Câmara tem uma tradição de diálogo com a universidade e com os pesquisadores”, explicou.

O professor de arquitetura da Universidade de São Paulo Hugo Segawa lembrou que Brasília é reconhecida como patrimônio cultural da humanidade pela Unesco, agência da Organização das Nações Unidas. Para o professor, esse fato torna o trabalho de conservação do patrimônio cultural realizado pela Câmara dos Deputados ainda mais importante.

“Nós precisamos preservar e manter a qualidade dessas obras, dessas realizações, tudo que a Câmara representa enquanto uma instância fundamental da democracia. Para isso, existe um conjunto de técnicos e nós viemos aqui para conhecer o trabalho deles, e saio daqui muito impressionado pela qualidade e dedicação”, disse Segawa.

Os professores de arquitetura visitaram o acervo técnico da Câmara e viram as plantas históricas do edifício do Congresso Nacional. Também estiveram no Laboratório de Restauro. Ao final, participaram de uma palestra do arquiteto Danilo Matoso.

Reportagem – Maria Neves
Edição – Ana Chalub



Fonte: Câmara dos Deputados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui