Governo de Goiás quer ampliar educação profissional e tecnológica no Entorno do Distrito Federal

São quase 10 mil pessoas matriculadas nos Cotecs do Entorno do DF atualmente

O governo de Goiás, por meio das secretarias da Retomada e do Entorno do DF (Sedfgo), quer ampliar a atuação dos Colégios Tecnológicos (Cotecs). A titular da Sedfgo, Caroline Fleury, se reuniu nesta segunda-feira (21) com o gerente de Mobilização para Emprego e Renda da Secretaria da Retomada, Rodrigo Rodrigues, para tratar das demandas para o Entorno e a disponibilidade da Retomada.

Dos 17 colégios tecnológicos de Goiás, dois pólos estão localizados no Entorno do Distrito Federal, um em Formosa e outro em Cristalina. Além dos polos, há unidades Descentralizadas de Educação Profissional e Inovação (Udepis) em cinco municípios, sendo que em alguns deles estão sendo desenvolvidos os Arranjos Produtivos Locais (APLs), como foco no mercado da moda, e formação exclusiva pelos Cotecs.

A ideia inicial é ampliar o número de municípios alcançados pelos Cotecs e, consequentemente, de pessoas atendidas que, atualmente, está em 9,4 mil matriculados. “Queremos maior robustez tanto de oferta de curso, de equipamento público, quanto de pessoal para que possamos cumprir essa missão de alcançar o maior número de pessoas qualificadas”, assinalou o gerente da Retomada. “Nós temos demandas represadas para capacitação. O que vamos fazer aqui é unir as necessidades de cada município do Entorno às ofertas disponibilizadas pelos Cotecs”, explicou Caroline Fleury.

Caroline lembra, ainda, que neste semestre Águas Lindas e Novo Gama terão curso do APL da moda que visa qualificar a cadeia produtiva do setor de moda em Goiás. Através dos Colégios Tecnológicos (Cotecs), são formados profissionais em corte e costura, modelagem e outras atividades afins para o APL da moda. O programa conta com a disponibilização de maquinário para a consolidação da linha de produção.

Saiba mais:
Os colégios oferecem cursos gratuitos de capacitação profissional , qualificação profissional e cursos técnicos. Atualmente são ofertados 570 cursos, pensados de acordo com as demandas locais do mercado de trabalho e estruturam-se em eixos de formação profissional distintos, sendo eles: Gestão de Negócios; Turismo, Hospitalidade e Lazer; Segurança; Infraestrutura; Saúde e Ambiente; Informação e Comunicação; Produção Industrial; Produção Cultural e Design; Recursos Naturais e Desenvolvimento Educacional e Social.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui