Governo Hildo fecha o cerco a Geraldo Messias

hildoNo Governo do Ex-prefeito Geraldo Messias a imprensa não tinha acesso nem autorização para acompanhar de perto os bastidores do governo. Só se passava informações maquiadas. O Hospital Bom Jesus entrou numa ampla reforma de três anos e segundo as informações a reforma incluía uma nova área de recepção adequada, o centro cirúrgico seria ampliado e os cinco consultórios seriam reformados.

Os recursos dessas reformas foram entorno de R$ 500 mil reais, dinheiro do próprio município. Em 2009 a Secretaria de Saúde de Águas Lindas assinou um convênio de 12 milhões quantia que seria repassado no decorrer do ano através do Fundo de Saúde do DF, na época a secretária de saúde era a Margarete Alcântara indicada pelo ex-deputado Dr. Charles a promotoria da saúde do DF (PROSUS) começou a investigação do dinheiro repassado pelo órgão. A suspeita era pagamentos de salários de funcionários fantasmas lotados na Secretaria de Saúde com 760 servidores.

Se o objetivo era governar com o povo a gestão do ex- Prefeito Geraldo Messias começa a mostrar o contrário, só no Hospital Bom Jesus nós constatamos que as estruturas estão caindo aos pedaços, na sala de recepção o teto desabou tem rachaduras enormes nas paredes, infiltrações e mofo por toda parte, os equipamentos novos e caros estão abandonados e os leitos estão sucateados e com as camas enferrujadas.

A demora no atendimento, a falta de remédios e a estrutura sucateada do hospital são algumas reclamações dos pacientes de Águas Lindas, ali muitos saem frustrados após passar horas a espera de um médico. Essa é a realidade do único Hospital de Águas Lindas.

Cabem agora aos órgãos competentes: o Ministério da Saúde, o Ministério Público, (TCM) tribunal de Contas dos Municípios, mais a Polícia Federal apurar esssa denúncia de maus tratos com o povo aguaslindense.

Fonte: TV CMN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui