Justiça aceita denúncia contra oito por tragédia na boate Kiss

boate-kissO juiz Ulysses Louzada, da 1ª Vara Criminal de Santa Maria, acolheu integralmente ontem a denúncia apresentada pelo Ministério Público estadual (MP) contra oito acusados como responsáveis pelo incêndio da boate Kiss, que deixou um saldo de 241 mortos na madrugada de 27 de janeiro. Os empresários Elissandro Spohr e Mauro Hoffmann, donos da boate, os integrantes da banda Gurizada Fandangueira, Marcelo de Jesus dos Santos e Luciano Bonilha Leão, o empresário Elton Cristiano Uroda, o contador Volmir Astor Panzer, e os bombeiros Gerson da Rosa Pereira e Renan Severo Berleze passam a ser réus de uma ação penal.

Os quatro denunciados do núcleo ligado diretamente ao incêndio, que estão presos, responderão pelo crime de homicídio doloso qualificado, com pena máxima de 30 anos de prisão, e enfrentarão júri popular. Os outros acusados respondem por crimes menores, que podem ser trocados pela prestação de serviços à comunidade se os réus aceitarem uma retratação.

Fonte: Congresso em Foco

COMPARTILHAR
Artigo anteriorMudanças no SIA
Próximo artigoAlerta contra a dengue: 108 mortes em 2013
Sandro Gianelli é Consultor em Marketing Político, especialista em pesquisa de opinião pública, editor do Portal Conectado ao Poder e âncora do programa Conectado ao Poder na rádio Metrópoles - 104,1 FM - e na TV União Brasília - canal 11.1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code