Operação Infamis: PCDF desmantela núcleo cibernético de grupo especializado em furtos bancários

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos—DRCC, deflagrou, na manhã de hoje (29,) a segunda fase da Operação Infamis. A ação, realizada em conjunto com a Polícia Civil do Estado da Bahia— PCBA, desarticulou o núcleo cibernético de um grupo criminoso sofisticado em furtos bancários

A investigação, iniciada no segundo semestre de 2022, identificou 26 vítimas que tiveram suas contas bancárias invadidas por membros do grupo criminoso.

 Os criminosos, operando a partir de Salvador/BA, utilizavam técnicas sofisticadas para selecionar suas vítimas em Brasília e realizar os furtos. O esquema causou um prejuízo total de aproximadamente R$ 600 mil, demonstrando a gravidade e a escala da operação criminosa.

 Núcleo tecnológico neutralizado e ações contundentes

A segunda fase da Operação Infamis teve como objetivo principal neutralizar o núcleo tecnológico da quadrilha, impedindo-a de continuar realizando os furtos cibernéticos.

A ação resultou no cumprimento de dois mandados de busca e apreensão em Salvador/BA e um mandado na Região de Samambaia/DF, demonstrando a força e o alcance da investigação.

Na residência de um dos investigados em Salvador, a equipe da DRCC encontrou material possivelmente utilizado em crimes de roubo de joias preciosas, como ferramentas de arrombamento e outros objetos de valor.

Ataques direcionados e modus operandi detalhado

Os criminosos escolhiam suas vítimas com cuidado, priorizando indivíduos com alto poder aquisitivo. Os ataques virtuais ocorriam durante a noite, quando a maioria das pessoas estava dormindo.

Relatos das vítimas indicam que os criminosos realizaram até dez transferências de R$ 10 mil, cada, sem autorização do correntista. Para isso, os golpistas utilizavam métodos como o phishing e a instalação de malwares, visando a rapidez, a eficiência e o planejamento do esquema.

Ação conjunta e investigações de combate aos crimes cibernéticos

Operação Infamis II demonstra o compromisso da PCDF em combater o crime cibernético e proteger a população do Distrito Federal, confirmando sua excelência na investigação.

“A Polícia Civil da Bahia irá investigar esse caso em mais detalhes, aprofundando a investigação e buscando identificar outros crimes possivelmente relacionados à quadrilha”, destaca o delegado -chefe da DRCC, Giancarlos Zuliani.

Ainda segundo Zuliani, a ação conjunta com a Polícia Civil da Bahia confirma a importância da colaboração entre as instituições para desarticular quadrilhas interestaduais, além de otimizar recursos e maximizar a eficiência das operações.

A PCDF reforça a importância da denúncia de crimes cibernéticos. A população pode contribuir com a investigação fornecendo informações através do Disque Denúncia 197.

Fonte: PCDF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui