PCDF prende três foragidos em operações distintas

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) intensificou sua atuação contra o crime na madrugada e na manhã desta sexta-feira (9), capturando dois foragidos da Justiça em operações distintas.

Operação Absconditus

Na madrugada, a 35ª Delegacia de Polícia (35ª DP) deflagrou a Operação Absconditus com o objetivo de prender dois indivíduos envolvidos no desaparecimento de um homem, visto pela última vez na madrugada do dia 24 de dezembro de 2023. Por meio de um trabalho investigativo meticuloso, um dos suspeitos, de 28 anos, foi localizado e preso na AR 3, em Sobradinho II. As diligências para localizar o irmão dele, também suspeito do crime, continuam em andamento.

Foragido por homicídio

Na manhã de hoje, a 35ª DP, em uma ação conjunta com a Polícia Civil do Piauí— PCPI, capturou um homem, de 32 anos, foragido desde 2017. O indivíduo era acusado de um crime de homicídio consumado e duas tentativas de homicídio ocorridos na cidade de Corrente/PI, em 2017. A investigação revelou que a motivação do crime seria ciúmes. A troca de informações entre as Polícias Civis do Distrito Federal e do Piauí foi fundamental para o sucesso da operação.

As prisões demonstram o compromisso da PCDF com a investigação rigorosa de crimes e a captura de foragidos da Justiça, garantindo a segurança da população do Distrito Federal. A atuação conjunta com outras instituições reforça a capacidade da PCDF de trabalhar em rede para combater o crime de forma eficaz.

Tentativa de homicídio em Sobradinho II: Terceiro autor é preso

Na tarde dessa quinta-feira (8), a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da 35ª Delegacia de Polícia (35ª DP), cumpriu mandado de prisão preventiva contra o terceiro indiciado por um crime de homicídio tentado qualificado pelo emprego de meio cruel. A vítima, um homem de 29 anos, foi brutalmente agredida na madrugada do dia 1º de fevereiro, na via pública da ES 12 A, no Setor Habitacional Mansões Sobradinho.

Imagens do crime, que circulam nas redes sociais e na mídia, mostram a extrema violência dos autores. A vítima é golpeada com socos, chutes, joelhadas, pedras, tijolos e telhas, mesmo já caída ao chão e visivelmente inconsciente e ferida.

Os outros dois envolvidos no crime foram presos em flagrante logo após a ação.

A brutalidade do crime causou grande comoção na comunidade local. A PCDF está trabalhando diligentemente com a Justiça visando levar os autores à condenação.

A PCDF reitera seu compromisso com a investigação rigorosa de crimes violentos, buscando garantir a justiça para as vítimas e seus familiares.

Fonte: PCDF

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui