Postos estratégicos em disputa

CCJC
PEC dos Veriadores
Plenário 01
1ª/04/09
Foto: Jorge CamposO vice-governador Tadeu Filippelli,  governador em exercício desde a virada do ano, teme uma perda da identidade da aliança que elegeu a atual administração e garante sua base de apoio. Na origem do problema, a crescente ocupação, pelo PT, de cargos estratégicos como as administrações regionais ou postos que garantem interface com a comunidade.

Risco de perder conquistas

Desde que se formou a coligação, diz Filippelli, conquistou-se espaço político, o que conduziu à vitória nas urnas e à constituição de um governo com ampla cobertura política, o que se mostrou crucial em diversas ocasiões. O risco, afirma o vice-governador, é perder o que conquistamos.

Exemplos de voracidade

Como exemplo do que considera busca de hegemonia por parte do PT, Filippelli cita o que ocorre na Câmara Legislativa, quando os petistas cobraram a presidência da Mesa, a liderança do Governo, as indicações para o Tribunal de Contas do Distrito Federal. O mesmo se repete nas secretarias e administrações. Isso tende a afetar o espaço político e a força eleitoral para 2014.

Fonte: Do alto da torre

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui