Rodoviária do Plano Piloto em busca de administração privada

Da redação do Conectado ao Poder

A Secretaria de Transporte e Mobilidade do Distrito Federal (Semob) abriu licitação para a concessão da gestão da Rodoviária do Plano Piloto. O critério de seleção será a maior outorga anual, com propostas até 5 de abril. A vencedora deverá pagar, no mínimo, 4,3% da receita bruta ao governo. Responsável por recuperação, modernização e operação, a empresa receberá R$ 1,8 milhão anual. O GDF destaca investimentos de R$ 120 milhões em obras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui