Senado aprova projeto para agilizar registro de agrotóxicos no Brasil

- Publicidade -

Da redação do Conectado ao Poder

O Senado aprovou o PL 1459/22, que agiliza a liberação de agrotóxicos no Brasil, reduzindo o processo de registro de cinco anos para 60 dias a 24 meses. O projeto, relatado por Fabiano Contarato (PT), concentra a aprovação no Ministério da Agricultura e a assistência técnica na Anvisa, enquanto o Ibama coordena produtos de controle ambiental. A proposta segue para sanção presidencial, representando uma tentativa de conciliar interesses entre ruralistas e ambientalistas.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui