STF veta buscas policiais por raça ou orientação sexual

- Publicidade -

Da redação do Conectado ao Poder

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu proibir buscas policiais baseadas em características como raça, sexo, orientação sexual, cor da pele ou aparência física. Segundo a tese dos ministros, a abordagem deve ser fundamentada em indícios objetivos de porte de arma ilegal ou objetos que constituam crime. O perfilamento racial foi considerado ilegal, refletindo uma abordagem discriminatória apoiada em racismo estrutural e criminalização da população negra e pobre.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui