Tendas montadas pelo GDF superam 34,5 mil atendimentos de casos de dengue

- Publicidade -

Nesta segunda-feira (13), as instalações registraram 1.266 pessoas assistidas, entre as quais 480 crianças e nove pacientes transferidos

Mais de 34,5 mil pessoas com suspeita de dengue já passaram pelas 11 novas tendas de acolhimento montadas pelo Governo do Distrito Federal (GDF) para reforçar os atendimentos na rede pública de saúde. Nesta segunda-feira (13), foram 1.266 pacientes assistidos nas instalações. 

Desse total, foram 480 atendimentos pediátricos e a transferência de nove pacientes para outras unidades da rede em razão do agravamento do quadro clínico da doença. 

- Continua após a publicidade -

As tendas funcionam todos os dias da semana em esquema semelhante ao dos hospitais de campanha, para facilitar o acesso da população a exames e consultas. Em três estruturas, o atendimento é ininterrupto, 24 horas por dia; nas demais, é das 7h às 19h.

Além disso, esses espaços estão estrategicamente posicionados próximo a hospitais regulares, unidades de pronto atendimento (UPAs) e unidades básicas de saúde (UBSs), a fim de garantir um atendimento mais rápido aos pacientes sintomáticos da doença e, consequentemente, reduzir a pressão sobre o Sistema Único de Saúde (SUS).

Veja, abaixo, os endereços das tendas de atendimento.

Funcionamento 24 horas

→ Gama – estacionamento do hospital regional local (HRG)
→ Guará – em frente à UBS 1
→ Paranoá – estacionamento do Hospital da Região Leste

Funcionamento das 7h às 19h

→ Plano Piloto – estacionamento do Hospital Regional da Asa Norte (Hran)
→ Vicente Pires – estacionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA)
→ Varjão – atrás da UBS 1
→ Taguatinga – estacionamento do ambulatório do hospital regional (HRT)
→ Planaltina – na policlínica da região
→ Águas Claras – estacionamento da UBS 1 do Areal
→ Ceilândia – estacionamento do hospital regional local (HRC)
→ Samambaia – estacionamento da UBS 7.

Fonte: Agência Brasília

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui