DF tem aumento de 216% em casos confirmados de dengue no ano



tendasbrazlandiaAté 6ª semana do ano foram 1.912 casos; mesmo período de 2015 teve 605. Brazlândia, São Sebastião, Planaltina e Ceilândia concentram 55% dos casos.

O número de casos confirmados de dengue no Distrito Federal aumentou 216% em um ano, de acordo com o Boletim Epidemiológico divulgado pela Secretaria de Saúde nesta quarta-feira (17). Até a sexta semana epidemiológica de 2016, encerrada no dia 15, foram diagnosticados 1.912 pacientes do DF com a doença. No mesmo período do ano passado, foram 605 casos.

Na comparação com a semana anterior, o DF teve 325 confirmações a mais – aumento de 20,4%. Até a quinta semana epidemiológica foram 1.587 casos confirmados. Até a sexta semana de 2016 foram cinco mortes pela doença ocorridas no DF – três pacientes da capital e dois de Goiás.

O Laboratório Central de Saúde Pública do DF (Lacen) detectou a presença de todos os quatro tipos do vírus da dengue em circulação no DF. Os micro-organismos foram encontrados em amostras de exames de pacientes do Guará, Santa Maria, Plano Piloto, Taguatinga, Riacho Fundo, Ceilândia e Samambaia.

Brazlândia, São Sebastião, Planaltina e Ceilândia apresentaram 1.049 casos até o momento. O valor corresponde a 55% do total de diagnósticos realizados até a última segunda-feira (15) no DF.

A região com maior aumento proporcional de casos foi Brazlândia. Até a sexta semana, foram 488 confirmações. No mesmo período do ano passado, foram 13 – alta de 3.653,85%.

A segunda região com maior crescimento proporcional foi Candangolândia, onde foram confirmados 18 casos da doença. No ano passado, foi registrado apenas um caso – aumento de 1.700%.

São Sebastião aparece em seguida, com número de casos passando de 19 para 238 (crescimento de 1.152,63%). Na Fercal, o aumento foi de 900%, passando de 1 caso, em 2015, para 10, em 2016.

Chikungunya
Até o último boletim, a Secretaria de Saúde registrou seis casos confirmados e outros 67 casos suspeitos da febre chikungunya no Distrito Federal. A pasta afirma que todos os pacientes contraíram a doença em cidades do Pernambuco e da Bahia.

Fonte: G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

*

code