Em rede nacional, Caiado destaca segurança e políticas de emancipação em Goiás

Governador citou segurança no estado, comemorou bons resultados na educação e exaltou ações do Goiás Social, que investe em benefícios à população vulnerável e apoia à qualificação profissional

O governador Ronaldo Caiado destacou os avanços da segurança no estado e as ações para romper o ciclo da pobreza que deram protagonismo a Goiás no cenário nacional durante entrevista ao programa Pânico, da rede Jovem Pan, nesta segunda-feira (14/08). “Bandido não cresce em Goiás”, disse.

Para o chefe do Executivo estadual, a segurança em Goiás é resultado do trabalho integrado das forças policiais, com sofisticação na área de tecnologia, informação e batalhões especializados com independência para atuar. “Temos segurança no estado, todo mundo é livre para transitar por todos os lugares”, afirmou Caiado, ao citar a diminuição no número de roubos nas cidades e na zona rural e o fim dos assaltos a bancos.

O governador comentou ainda sobre o salto educacional e os programas na área social. “Me preocupei em romper o ciclo da pobreza em Goiás. Pelas estatísticas, 70% dos filhos de pobres caminham para a pobreza, daí, cada vez mais pessoas se tornam dependentes de cartões e benefícios”. Caiado explicou que o principal pilar é a educação e que o objetivo é preparar crianças e adolescentes para terem autonomia e transformarem a realidade social.

“No meu estado, forneço benefícios, sim, mas o que comemoro são quantas famílias conseguimos emancipar”, disse o governador. Também como política transformadora, as ações do Goiás Social englobam cartões de benefícios, cursos profissionalizantes e apoio financeiro para o início de atividade profissional. “O cidadão faz um curso e, além do diploma, o Estado compra os produtos para ele começar uma atividade que dá dinheiro. Com essa solução, temos excelentes resultados”, contou Caiado.

As ações emancipatórias para o fim da pobreza também chegam à zona rural. Pequenos produtores e assentados recebem apoio para produzir frutas, mandioca ou outros produtos, de acordo com a vocação de cada região. “Tudo isso é trabalhar com o que podemos atender, ter as ferramentas para atuar em todas as áreas e mostrar que somos capazes de resolver”, resumiu o governador.

Fonte: Secretaria de Estado da Segurança Pública Governo de estado de Goiás

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui