Senador Mecias diz que ato de Lula sobre fornecimento elétrico para Roraima é simbólico e que Linhão vai sair graças ao Congresso Nacional e a Bolsonaro

Presidente Lula esteve em Parintins (AM) e assinou a autorização para o início das obras do Linhão de Tucuruí

O líder do Republicanos no Senado, Mecias de Jesus, reafirmou, em discurso no Plenário do Senado, que as obras do Linhão de Tucuruí já estavam em andamento, antes do ato do presidente Lula. “As torres já estão sendo construídas, centenas de trabalhadores já foram contratados em Roraima e Amazonas. Todos os entraves que impediam a construção deste Linhão foram retirados, graças a um trabalho gigantesco feito por este Congresso Nacional e pelo governo do presidente Bolsonaro”, destacou o parlamentar.

Na sexta (4), em Parintins (AM), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira, assinaram a ordem de serviço que autoriza o início das obras do Linhão de Tucuruí.

A obra estava paralisada há mais de 20 anos e inviabilizada por ações judiciais, pleitos do Ministério Público Federal e exigências não cumpridas com os indígenas Waimiris Atroaris. “Isso mudou graças a uma emenda de minha autoria na Lei 14.182, que tratava da privatização da Eletrobras, incluímos nessa lei a autorização para que a obra pudesse ser iniciada de imediato. A partir de então, o corpo jurídico e administrativo do Governo Federal na época foi a campo e tirou cada uma das amarras que impediam a obra”, apontou Mecias.

O Linhão de Tucuruí irá interligar Roraima ao Sistema Interligado Nacional de Energia Elétrica do Brasil. As obras devem durar três anos para a construção da linha de transmissão, com cerca de 715 km de extensão entre Manaus (AM) e Boa Vista (RR). Do total, 425 km serão no estado de Roraima e 290 km no Amazonas, margeando a BR-174, rodovia federal que liga as duas capitais brasileiras. Na parte do Amazonas, cerca de 122 km da linha de transmissão está dentro da terra indígena Waimiri-Atroari.

“Roraima é o único estado brasileiro não integrado ao Sistema Nacional de Energia Elétrica. Com a conclusão do Linhão, Roraima passará a receber energia elétrica de qualidade, além de permitir a redução da tarifa. O Linhão de Tucuruí vai levar energia limpa e confiável para Roraima e, ainda, resolver outro problema que muito nos aflige que é a qualidade da internet. Nós, da bancada de Roraima, precisamos nos manter vigilantes para não haver retrocessos e paralisação das obras e, assim, finalmente termos os benefícios de um sistema seguro e eficaz de distribuição de energia, além de internet de qualidade para todos os roraimenses”, concluiu o líder.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui